quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

As dez raças de cães ''menos inteligentes'' do mundo

Segundo o autor do livro '' A inteligencia dos cachorros'', os cães das raças citadas abaixo necessitam de 80 repetições ou mais para entender um comando.


10) Afghan hound



A origem do Afghan Hound, considerada uma das mais belas e exóticas entre todas as raças, é muito antiga e perde-se no tempo. Por isso mesmo, sobram lendas a respeito da raça, que teria sido, segundo relatos, o representante da espécie canina na arca de Noé. Alguns historiadores baseiam-se em um manuscrito chinês para provar que o Afghan, conhecido como Tazi em seu país de origem, seria o descendente direto dos primeiros canídeos que habitavam as estepes asiáticas 100 mil anos antes da era cristã. A palavra Tazi, utilizada pelos afegãos para o nome da raça também significa ‘rápido’ ou ‘branco’ e também seria o nome de uma cidade entre Ghazni e Kandahar, que o sultão Muhmud de Ghazni havia dedicado aos Afghans que teriam ajudado a conter uma invasão hindu. Todas essas hipóteses na verdade dificilmente serão passíveis de comprovação, mas dão uma boa idéia do fascínio que estes cães despertam. O que parece certo é que o Afghan foi abordado, pela primeira vez, numa aquarela publicada na obra de Thomas D Broughton, chamada ‘Cartas escritas em um campo de Mahratta’, em 1809. O primeiro Afghan ‘real’ chegou à Inglaterra em 1907, levado pelo capitão John Barff e exposto no Palácio de Crystal em outubro daquele mesmo ano. Outros cães começaram a chegar à Europa a partir daquela data e provocaram grande discussão entre os criadores, uma vez que o tipo físico deles era bastante heterogêneo, chegando-se mesmo a considerar a divisão da raça em duas, em 1962. A proposta de divisão foi feita por uma juiza baseando-se nas diferenças entre os afghans ‘do deserto’, também chamados de ‘bell murray’ e os afghans ‘das montanhas’, ou ghazni. A principal diferença entre os dois tipos era o tamanho dos cães, sendo que os do ‘deserto’ eram muito maiores do que os ‘da montanha’ e os ‘da montanha’ tinham uma pelagem muito mais longa do que os ‘do deserto’. De qualquer forma, o padrão oficial do Afghan, escrito apenas em 1933, contemplava os dois tipos físicos. Na sua terra natal, os Afghans foram utilizados para um grande número de tarefas: eram utilizados para entrega de correspondências, como cão de caça à gazela e à lebre, e até mesmo como cão de defesa de propriedades. Apesar das tarefas distintas, todas tinham em comum o fato de que o Afghan é um cão anatomicamente desenhado para desenvolver grande velocidade, o que lhe rendeu ainda a tarefa de cão de corrida, que ainda é praticada em muitos países, especialmente na Inglaterra e Estados Unidos.

9) Basenji



O Banseji é um cão pequeno, de pelos curtos, originário da África. É um grande caçador. É muito conhecido por ser o único cão que não late, embora não seja mudo. O Basenji emite sons naturalmente, apenas não late. “É um cão de personalidade forte, muito instintivo e independente, apesar de carinhoso e protetor”. Não é exatamente uma raça obediente, e difinitivamente não é fácil de se treinar, apesar de ser um cão muito inteligente. Seu temperamente independente, e instintivo torna o Basenji um cão bastante teimoso, e frequentemente tomam suas próprias decisões. Exatamente por isso são tão eficazes durante uma caçada, pois tomam decisões e mudam de idéia durante a perseguição, se necessário. É um grande velocista, e possui excelentes faro e visão.

8) Bulldog




O Bulldog é um cão inteligente, e muito doce com a sua família. Gosta de companhia, é afetuoso e brincalhão. É um cão valente, leal, corajoso, mas não é agressivo, há menos que seja agredido abertamente. Fortes e resistentes, os Buldogues são excelentes companheiros, calmos e de fácil trato. Em meados do século XIII eram usados para lutar com touros em rings de luta na Grã Bretanha. Esses pequenos animais chegavam a lutar até mesmo quando estavam muito feridos, sem desistir da luta. Muito populares, os combates foram proibidos pelo governo somente no fim do século XIX. Tem uma altura baixa, no entanto é um cão largo. Sua pelagem é curta, fina e densa. As fêmeas são normalmente, menos desenvolvidas que os machos. O peso varia entre 24 kg. à 25 kg. para os machos e 22 kg. à 23 kg.

7) Chow chow



Esta esplêndida raça, conhecida como Spitz Chinês em alguns países, está sendo muito difundido em todo o mundo. O seu porte nobre e vistoso, sua beleza indiscutível e sua pelagem exuberante, de cor singular provocam inevitavelmente a admiração de todo o público. É um cão que também é muito versátil, sendo utilizado em muitas funções com sucesso. É um valente guardião e defensor da casa, é ótimo guarda de barcos, é ótimo caçador de presas selvagens, além de um incansável cão de tração. É um cão equilibrado, de aspecto leonino, de porte orgulhoso e digno, leal mas reservado. É ágil, compacto, curto e harmonioso em seu conjunto. Tem um nariz grande e preto, seus olhos são escuros e pequenos, preferencialmente amendoados. As orelhas, pequenas, são grossas e bem separadas entre si. Seu peito é amplo e profundo, seu dorso é curto, reto, forte e a cauda implantada alta, levada bem dobrada, apoiada na garupa. A pelagem do Chow Chow é abundante, espessa, lisa reta, um pouco dura ao tato, com sub-pêlo suave e lanoso. Segundo o padrão da raça, a variedade de pêlo curto, com excessão da pelagem, é idêntica.

6) Borzoi



É um ótimo corredor e caçador. Muito ágil, resistente e de grande elegância. Seu longo focinho, e seu stop sutil são os principais traços do rosto do Borzoi. “Sua velocidade aliada a sua forma física, demonstram sua elegância durante uma corrida”. O Borzoi é um velocista nato, sendo um cão de melhor adaptação em chácaras ou casas com quintais amplos e/ou gramados. Vive melhor onde há espaço para brincar e correr, o Borzoi gosta e precisa se exercitar diariamente. Seu pelo é brilhante e sedoso, de tamanho longo. O tamanho médio de um borzoi adulto é de 70 cm.

5) Bloodhound



O Bloodhound é um lindo cão de caça, de grande porte e de aparência nobre e inteligente. É pesado, musculoso, tem uma linda cabeça, com stop bem pronunciado, e grandes orelhas. Suas pernas e ombros são musculosos e tem uma boa estrutura óssea. A mordedura deve ser preferencialmente em tesoura. “O Bloodhound é um cão bastante afetuoso e sensível. É muito calmo, e também bastante apegado ao dono”. A pelagem do Bloodhound é curta, e a capa não deve ter coloração clara. Tem a pele frouxa na nuca, e em várias partes da cabeça, principalmente sobre a testa e dos lados da cara. A altura média na altura da cernelha nos machos é de 67 cm., e nas fêmeas, cerca de 60 cm.

4) Pequinês


É um cão pequeno, bem quilibrado e valente. o seu aspecto é leonino, é independente e é capaz de defender-se. O peso do Pequinês fica entre os 2 e 8 kg. Os olhos do Pequinês são grandes, cristalinos, de cor escura e brilhante, levemente proeminentes e redondos. As orelhas, em forma de coração, são providas com longas franjas. O pescoço é um pouco curto e grosso. O tronco é curto, mas com tórax amplo. A cauda é de inserção alta, posição rígida, levemente curva sobre o dorso, com franjas abundantes. Sua pelagem é longa e reta, com crina abundante que se estende atrás dos ombros, formando uma espécie de coleira ao redor do pescoço. O pêlo de cobertura é basto, com franjas abundantes nas orelhas, nos membros, nas coxas, na cauda e nos pés. Todas as cores e manchas são admitidas, e apreciadas igualmente, com excessão do albino e da cor de fígado. Os exemplares multicolores apresentam manchas bem definidas.

3) Mastiff


Um poderoso cão de guarda, o Mstiff é considerado uma raça tradicionalmente inglesa, apesar de alguns afirmarem que tem origem nas ilhas britânicas. Seu antepassados devemm ser buscados entre os mastins assírios, descendentes por sua vez do Mastim do Tibet. O Mastiff é um cão de trabalho, e já foi usado para muitas funções, em outros tempos: na caça, na guerra, para guarda pessoal e patrimonial. Hoje, é essencialmente um cão de guarda e de defesa. A cinofilia lhe tem grande estima, tanto por seus dotes estéticos como pelas qualidades psicofísicas. É, sem dúvida, um cão grande, volumoso, vigoroso e simétrico. É uma mistura de força, coragem, bom humor e docilidade. Tem um nariz largo, olhos pequenos e afastados, orelhas pequenas, finas ao tato. A cauda tem implantação alta, é larga na raiz e vai se afinando até a ponta. A pelagem é curta e espessa, não muito fina nos ombros, no pesscoço e no dorso. O Mastiff inglês, apesar de sua força, é um cão amoroso e tranquilo com a sua família. É desconfiado com estranhos, e sabe ser terrível, se for obrigado a atacar.

2) Basset hound


Trata-se de uma raça recente. Foi trazida da Inglaterra no século XVII. Sua apresentação oficial, foi no ano de 1883, quando foi reconhecida pelo Kenel Clube Britânico. Havia muita divergência entre os criadores que desejavam acentuar qualidades estéticas, ou realçar algumas características de cão de caça. Este conflito, influiu na popularização da raça. O Basset Hound só se tornou popular quando introduzido nos Estados Unidos. É um excelente farejador, de temperamento calmo e amável. É extremamente manso, apegado ao dono e carinhoso. Muito resistente no trabalho de campo, o Basset Hound é capaz de fazer grandes caminhadas. Acostumado a viver em matilha, não é um cão agitado, agressivo, ou tímido. Gosta de uma boa soneca e não necessita de grandes doses diárias de exercício. Pequenas caminhadas são suficientes para não torná-lo um cão obeso. É uma raça de pernas curtas, e a sua ossatura é mais pesada em relação a altura, do que qualquer outra raça. O tamanho máximo do Basset Hound, medido na altura da cernelha é de 35 cm. O pêlo é curto, liso, áspero e aderente, denso o suficiente para suportar qualquer condição climática. Todas as cores características dos hounds são aceitas. Sua pele é frouxa e elástica.

1) Shih tzu


A raça foi levada para a Europa por volta de 1930, e desde então muitos exemplares foram criados com sumo cuidado por todo o continente. "Shih-Tzu", em chinês significa leão. Cães com aspecto leonino são muito apreciados na China, e não é diferente com esta linda raça de companhia. O Shih-Tzu é um cão muito ativo, atento e dócil. Seus olhos são escuros, grandes e redondos. As orelhas também são grandes, caídas, implantadas levemente abaixo do alto da cabeça, cobertas com pelagem abundante. A cauda é de inserção alta, com franjas bem enroladas no dorso. A pelagem é longa e abundante, não crespo, com bom sub-pêlo. O peso máximo fica em cerca de 9 kg.

2 comentários:

conselhadora secreta disse...

Eu tenho uma cadelinha da raça pequinês, adorei saber um pouco mais sobre ela, na parte de valente, ela é de mais, sai mordendo qualquer cachorro, até é engraçado, ela é um pouco mitidinha e preguiçosa também, rsrsrsrs...

Heron Theodoro disse...

Eu tenho um Shih Tzu. Em relação a ser atento e dócil, isso ele é sim. Agora muito ativo ele não é. Dorme a tarde toda. Ele é mto fofo. Tem só 3 meses, seus dentes ainda estão nascendo. Para ele vestido é um pecado, ele não atura roupas largas. Qndo ele vê este tipo de roupa ele puxa até rasgar. hahaha.

Postar um comentário

 
Blog mania de dog - temas blogspot